A nova geração de jovens empreendedores

Como uma geração de inconformados e sedentos por impacto mudarão o país

A tecnologia, sem dúvida alguma, mudou completamente a forma na qual o jovem enxerga o mundo e se relaciona uns com os outros. Essa mudança também foi bastante notória no mercado de trabalho. 

Enquanto uma carreira de sucesso se resumia a uma estabilidade de concursos públicos ou inserção em grandes empresas, o jovem atual está buscando carreiras cada vez mais dinâmicas, com maiores desafios e mais impacto real na sociedade.

Diante disso, a vontade de fazer as coisas acontecerem, aliado ao inconformismo com diversos aspectos da sociedade atual, faz com que a carreira empreendedora atraia cada vez mais jovens que querem, de fato, gerar um impacto em algum contexto social. Uma pesquisa de 2018 realizada pelo Ibope mostra que o empreendedorismo já é propósito de vida de mais de 60% dos jovens entre 15 e 29 anos.

Mas como os jovens se prepararam para o árduo mercado empreendedor do Brasil? Mais do que nunca, ter uma experiência profissional antes da graduação é essencial para a formação de um profissional capacitado. É nesse contexto que se encaixa o Movimento Empresa Júnior.

As Empresas Juniores já estão presentes em todas as 27 unidades federativas do país e conseguem aliar o conhecimento adquirido nos diversos cursos de graduação a projetos reais. Essas empresas não possuem fins lucrativos e, portanto, seus membros não são remunerados, mas adquirindo um conhecimento empreendedor bastante enriquecedor. Por causa disso, as Empresas Juniores conseguem fazer projetos com alta qualidade, mas com preços, em geral, abaixo dos praticados no mercado.

As empresas juniores confederadas à Brasil Júnior, entidade que representa o Movimento em um contexto nacional, já são mais de 680, construindo uma rede colaborativa bastante positiva para o Movimento. Além disso, a Brasil Júnior, bem como as federações estaduais, conseguem unir as todas as empresas juniores em torno de uma única missão:

“Formar, por meio da vivência empresarial, empreendedores comprometidos e capazes de transformar o Brasil”

 Ano a ano, o MEJ cresce mais e mais, gerando impacto em seus mais de 27.000 de projetos realizados e formando empreendedores “comprometidos e capazes de mudar o Brasil”.

Nós da ITA Júnior, somos uma das primeiras empresas juniores do país, com 26 anos de existência, fazendo projetos de excelência nas áreas de engenharia da computação, engenharia civil e na otimização de projetos, buscando sempre levar a qualidade do ensino do ITA para soluções inovadoras de mercado. 

Se interessou sobre esse novo meio de empreendedorismo jovem? Fale conosco e conheça um pouco mais a ITA júnior!